Deus Pai: Entendei, humanidade, que Sou mais Pai do que Juiz; não me comprazo com a morte do pecador, 05-08-2018

Chamado urgente de Deus Pai para a humanidade.

 

Filhos meus, Minha Paz esteja convosco.
Eu Sou vosso Pai, Uno e Trino, Senhor de senhores, Deus de deuses, fora de Mim não há mais deuses. Eu Sou o Criador de todo o visível e invisível, o Alfa e o Ômega, Senhor e Deus de todos os tempos. Quero que todos os Meus filhos Me rendam adoração e culto nesta data, que toda a Minha herança celebre neste dia, a nível mundial, a Minha Festa. Que todo o mês de agosto seja dedicado a honrar o Meu Nome.
Povo Meu, herança Minha, tudo começou a desenrolar-se agora, a medida em que vão passando os dias, vossa purificação irá aumentando.
Filhos Meus, se vos enviasse Minha Justiça, com todas as suas tribulações, asseguro-vos que não resistiríeis; como Pai não desejo a vossa morte, mas purificar-vos, para que amanhã um resto de vós seja o Meu povo fiel. Já estais nos tempos da purificação, mas todavia vos falta muito para estardes totalmente purificados. Necessito-vos fortalecidos na fé, na dor e no sofrimento, para que possais passar pela grande prova que será o último reinado de Meu adversário, onde sentireis no corpo, na alma e no espírito a máxima purificação que vos acrisolará para que brilheis com luz própria e possais ser chamados Meu povo eleito.
Estou vos purificando passo a passo, para que possais fortalecer-vos no corpo, na alma e no espírito com a finalidade de que amanhã saiais vitoriosos nos dias da grande prova.
Pela intercessão de Minha amada filha Maria, e Mãe vossa, que unida a todos os seres celestiais em louvor, adoração e intercessão, clamam misericórdia para a humanidade, é que Me abstenho de enviar-vos todo o rigor de Minha Santa Justiça. Entendei, humanidade, que Sou mais Pai do que Juiz, não Me comprazo com a morte do pecador. Mas vejo com dor de Pai como diariamente quebrais Meus preceitos e cometeis injustiças com vossos irmãos.
Sinto grande tristeza ao ver o pecado e a maldade com que caminha a imensa maioria. Dói-Me ver a degradação moral, social e espiritual em que caiu esta geração, que faz dela a mais perversa e pecadora de todas as gerações que existiram. Minha Criação a haveis convertido em uma cloaca de maldade e pecado, e ela clama Justiça. Quisera desabar sobre vós todo o rigor de Meu justo castigo, mas Me abstenho, porque se o fizesse não sobrariam sobreviventes para ocupar amanhã Minha Nova Criação.
Se não vos enviasse primeiro Meu Aviso, asseguro-vos que se poderiam contar nos dedos das mãos os que se salvariam, porque o pecado e a maldade desta humanidade destes últimos tempos ultrapassou todos os limites. O código do Amor com o qual criei todas as coisas e as criaturas, o pecado e a maldade desta geração o tem manchado.
Como Pai da Criação e das criaturas, nunca antes havia visto tanta maldade e pecado por parte de Minha criatura mais amada, o homem. A inteligência com a qual o dotei é hoje utilizada para serviço do mal. Minha Criação está sendo afetada por toda a maldade e pecado desta geração, e corre perigo de desaparecer. Se não vos enviar o Castigo, o homem de hoje destruirá Minha Criação.
Dei-vos a graça do livre arbítrio, porque como Pai, Minha essência é o Amor e a Misericórdia, mais do que Minha Justiça. Esperava que Minhas criaturas, feitas à imagem e semelhança Minha, também agissem pelo caminho do bem. Mas não; haveis usado vosso livre arbítrio para caminhar no mal e agir com injustiça, e se seguirdes assim vós ireis todos se destruir.
Estou vos falando como Pai, convertei-vos, filhos Meus, como tenho que dizer-vos que não quero vossa morte? Deixai de pecar e de infringir Meus preceitos, se assim o fizerdes, asseguro-vos que vos perdoarei e terei convosco mais Misericórdia do que tive com os habitantes de Nínive. Ao maior pecado, maior Misericórdia, se vos converteis. Não vos enviei o Castigo como mereceis, porque Sou fiel à Minha Palavra, e espero, como Pai, que se esgote o último milésimo de Minha Misericórdia. Entendei que vos amo e quero que volteis a Mim, assim como fez o filho pródigo. Não quero que Me conheçais como Juiz, porque vos asseguro que para Minha Justiça nenhum de vós é irreprensível.
Meu Aviso está chegando e é a última porta aberta de Minha Misericórdia; espero que ao passar pela eternidade vós desperteis de vossa letargia e volteis ao amor de Deus.
Novamente digo-vos criaturas: amo-vos e não quero vossa morte, mas sim que vivais, para que possais habitar amanhã Meus Novos Céus e Minha Nova Terra.
Vosso Pai Javé, Senhor da Criação.
Dai, filhos Meus, a conhecer Minhas mensagens a toda a humanidade.

 

(Extraído da Obra ‘Mensagens de Jesus, o Bom Pastor, ao confidente ENOCHColômbia)

 

Fonte: http://www.mensajesdelbuenpastorenoc.org/mensajesrecientes.html via http://www.mulhervestidadesol.com.br

 

 

Nota do site:
Para mais informações sobre o Aviso, o Grande Milagre e o Castigo, leia as revelações dadas pelo Céu a Luz de Maria:
https://revelacionesmarianas.com/aviso.html

Publicações Relacionadas

Leave a Comment