EXPLOSIVO ‘O próprio Direito Canônico declara o Papa Francisco, antipapa’, informa o prestigioso site católico FromRome

Artigo:
A leitura clara, precisa e correta do Código de Direito Canônico leva à conclusão inescapável de que o Papa Francisco é um ‘antipapa’ em todos os sentidos da palavra, e que a própria lei o declara.
Como foi demonstrado no artigo ‘Como e por que a renúncia do papa Bento XVI é inválida’, não há outra leitura autêntica do Cânon 332 §2 além do fato de que a renúncia a munus é a condição sine qua non necessária para uma renúncia papal.
Este argumento canônico é apoiado por 35 razões, debatidas na forma escolar, no artigo: ‘A validade da renúncia de Bento deve ser questionada ’ , partes I e II ‘, por que uma renúncia de ministerium , na forma das declarações papais de 11 de fevereiro de 2013, não pode significar uma renúncia de munus como por Canon 332 §2, Canon 188 etc.
Portanto, o Papa Bento XVI continua sendo o único e verdadeiro Papa da Igreja Católica com todos os poderes e prerrogativas desse cargo.
Como indiquei em minha réplica a Roberto de Mattei, o cânon 359 garante que o Colégio de Cardeais não tem autoridade para se reunir para eleger um papa, quando houve uma renúncia papal inválida.
Portanto, o Conclave de 2013 não tem direito algum no Direito Canônico de eleger um sucessor do Papa Bento XVI. Portanto, o que ele alegou eleger, Jorge Mario Bergoglio, não tem autoridade alguma que lhe seja conferida por aceitar essa eleição. Ele é na verdade um usurpador do escritório papal, e deve ser punido de acordo com a Canon 1381 §1 por esse crime (se ele conscientemente fez isto, caso contrário, a comprovação do delito, ele deve romper publicamente sua reivindicação ao cargo).
Como Bergoglio nunca teve qualquer autoridade canônica como papa, todas as suas indicações para a Cúria Romana são nulas e sem efeito. Portanto, todas as ações tomadas pela Congregação de Religiosos contra comunidades religiosas, ou pela Congregação da Doutrina da Fé contra qualquer um, ou o Secretário de Estado em relação a tratados com nações, como a China, ou nomeações de Bispos, etc etc são nulos e vazios.
Como a renúncia papal do Papa Bento XVI é inválida, entre outras razões, em virtude de conter um erro substancial (cânon 188) a respeito de quais palavras devem ser expressas para se conformar ao cânon 322 §2, essa renúncia é inválida pela própria lei (lege ipso). Essa invalidação se estende ao Conclave e a todos os atos de Bergoglio como Francisco, que são canônicos, porque também se baseiam no mesmo erro substancial, embora agravado.
Portanto, uma vez que a nulidade do papado de Bergoglio depende da lei da própria Igreja (cânon 188), não há necessidade de um julgamento de qualquer escritório eclesiástico para intervir para estabelecer que é assim. E assim, os católicos podem e de fato são obrigados POR DIVINA FÉ e OBEDIÊNCIA à Sé Apostólica e ao Direito Canônico a considerar Bergoglio como um antipapa e a insistir aos Cardeais, Bispos e autoridades civis para que ele seja expulso do Vaticano como um usurpador.
Que todos os católicos que amam a Cristo, que são obedientes ao Código de Direito Canônico e que buscam a salvação das almas, ajam agora e hoje. Escreva a seu bispo e aos cardeais. Escreva ao governo italiano, que é obrigado a defender apenas os governos canonicamente eleitos do Vaticano. Insista em tudo para que o fato da invalidade de Bergoglio seja publicamente afirmada e sua usurpação denunciada.
É isso, ou o fim do Vaticano como o conhecemos, como parte da Igreja Católica.

 

Fonte: https://fromrome.wordpress.com/2019/01/10/canon-law-itself-declares-pope-francis-antipope/ via https://www.mulhervestidadesol.com.br

Sobre este assunto (um antipapa na Igreja no final dos tempos), vale a pena lembrar a profecia de São Francisco de Assis, passada pelo santo a seus filhos pouco antes de sua morte, em 3 de outubro de 1226: 
Tradução do livro ‘WORKS OF THE SERAPHIC FATHER ST. FRANCIS OF ASSIS’ Capítulo – ‘Algumas Profecias do Santo Pai S. Francisco’, XIII, página 248.

 

‘Pouco antes da morte do Pai santo, ele convocou os seus Filhos e alertou-os sobre os problemas que haviam de vir, dizendo: ‘Ajam com bravura, meus irmãos, ganhem coragem e confiem no Senhor. Em breve se aproxima o tempo no qual haverá grandes provas e aflições, perplexidades e discórdias, tanto espirituais como temporais, virão em abundância, a caridade de muitos esfriará, enquanto a malícia dos ímpios aumentará. Os diabos terão um poder fora do usual, a imaculada pureza de nossa Ordem, e de outras, será tão obscurecida, que haverá bem poucos Cristãos que obedecerão ao verdadeiro Soberano Pontífice e à Igreja Romana com corações leais e caridade perfeita. Nos tempos desta tribulação, um homem não canonicamente eleito será elevado ao Pontificado, que, com sua astúcia, empenhar-se-á em levar muitos ao erro e à morte.
Então escândalos se multiplicarão, a nossa Ordem será dividida, e muitas outras serão totalmente destruídas, porque consentirão o erro em vez de o combater. Haverá uma tal diversidade de opiniões e cismas entre as pessoas, os religiosos e o clero, que, se aqueles dias não fossem abreviados, segundo as palavras do Evangelho, até os eleitos seriam levados ao erro, se não fossem guiados, no meio de tão grande confusão, pela imensa misericórdia de Deus.
Então a nossa Regra e nosso modo de vida serão violentamente combatidos por alguns, e provas terríveis cairão sobre nós. Os que permanecerem fiéis receberão a coroa da vida, mas ai dos que, confiando somente em sua Ordem, caírem em mornidão, pois não serão capazes de suportar as tentações permitidas como teste para os eleitos. Os que perseverarem em seu fervor e mantiverem sua virtude com amor e zelo pela verdade sofrerão injúrias e perseguições como sendo rebeldes e cismáticos, pois os seus perseguidores, instigados por espíritos malignos, dirão que prestam um grande serviço a Deus, eliminando aqueles homens pestilentos da face da Terra; mas o Senhor será o refúgio dos aflitos, e salvará todos que nEle confiarem. E a fim de serem como o seu Mestre, estes, os eleitos, agirão com confiança e com sua morte obterão para si próprios a vida eterna; escolhendo obedecer a Deus e não aos homens, eles não temerão nada e preferirão perecer do que aprovar a falsidade e a perfídia. Alguns pregadores manterão silêncio sobre a verdade, e outros a calcarão aos pés e a negarão. A santidade de vida será desprezada até pelos que exteriormente a professam, pois naqueles dias Nosso Senhor Jesus Cristo lhes mandará não um verdadeiro pastor, mas um destruidor.

 

Leia o texto completo clicando AQUI.

Mensagens transmitidas por Nossa Senhora Rainha da Paz (Anguera/Bahia)
Sobre a existência de dois papas, que é o que ocorre atualmente, Nossa Senhora disse:

 

‘Queridos filhos, uma grande embarcação estará em alto mar e todos ali presentes serão surpreendidos com o Cristo a sua frente. Um reino dividido e uma cadeira vazia. A existência de dois reis (dois papas) espalhará grande confusão pelo mundo, mas Deus virá em socorro do Seu povo.’ (Mensagem nº 2.497, em 19.03.2005)
Sobre um papa trair a Igreja, nada está mais claro do que o expresso abaixo:

 

‘Queridos filhos, Meu Jesus foi traído por um dos Seus escolhidos e entregue aos inimigos. Chegará o dia em que Sua Igreja será traída por um daqueles escolhidos para defendê-la. O inimigo terá grande força porque terá o apoio de muitos consagrados. Eis o tempo da grande batalha espiritual para a Igreja. Sabei que mesmo diante do estrago que causará o opositor, a Igreja jamais será derrotada. No coração dos fiéis a Igreja permanecerá viva e forte. Rezai. Não vos atemorizeis. É preciso que tudo isso aconteça, mas por fim a vitória será do Senhor. Avante na fé e na esperança.’ (Mensagem nº 2.944 – 17/01/2008)

 

‘Queridos filhos, Eu sou a vossa Mãe e vim do céu para trazer-vos a paz. Sou a Rainha da paz. Enchei-vos do amor de Deus, pois somente assim podeis ser capazes de amar e perdoar. Quando sentirdes o peso da cruz, não desanimeis. Não há vitória sem cruz. Deus está sempre perto de vós. Confiai plenamente em Seu amor e sereis grandes na fé. Eu conheço cada um de vós. Conheço vossas necessidades e pedirei ao Meu Jesus em vosso favor. Buscai a santidade. Não vivais afastados do caminho que vos apontei. Eu quero levar-vos a um ardente e contínuo desejo de Deus. Eu preciso de vós. Não desanimeis. A vossa vitória está no Senhor. Aproximai-vos d’Ele e sereis ricos espiritualmente. Dobrai vossos joelhos em oração pela Igreja do Meu Jesus. Ela será fortemente atingida. A traição será dolorosa e a Igreja muito perderá. Rezai. Sofro por aquilo que vos espera. Não quero obrigar-vos, mas o que digo deve ser levado a sério. Avante sem medo. Neste momento faço cair do céu sobre vós uma extraordinária chuva de graças. Coragem.’ (Mensagem nº 3.060 – 29/09/2008)
Sobre o fato de na Igreja estar aquele que vai compactuar com o ‘opositor’ (anticristo), podemos encontrar esta informação nas seguintes mensagens:

 

‘Queridos filhos, o opositor encontrará no palácio a chave que lhe abrirá a porta para agir no mundo. Ele com sua astúcia envolverá homens e mulheres de grande sabedoria. Seu projeto envolverá homens da ciência e da religião. Atrairá para seu venenoso projeto governantes do mundo inteiro; pessoas famosas e pessoas simples. Os homens fiéis carregarão pesada cruz, mas Meu Jesus o vencerá e a humanidade encontrará a libertação. Dobrai vossos joelhos em oração. Sede fiéis ao Senhor e permanecei firmes no Caminho que vos apontei. Eu vim do céu para conduzir-vos ao Meu Jesus. Não recueis. Abri vossos corações e aceitai a vontade de Deus para vossas vidas.’ (Mensagem nº 2.953 – 06/02/2008)
Consideramos que o ‘opositor’ trata-se do ‘anticristo’ e que ‘a chave’ trata-se de ‘uma pessoa’ que lhe abrirá a porta para sua ação, possivelmente, um papa.
Abaixo, nesta mesma linha de pensamento, a primeira frase reforça o que viemos interpretando, que é a presença daquele que vai permitir que o ‘opositor’ (leia-se: anticristo) entre no palácio (leia-se: Vaticano, sede da Igreja católica)
‘Queridos filhos, a chave para a entrada do opositor estará no palácio. Sua força será semelhante à de uma grande arma de destruição. As falsas ideologias serão abraçadas como verdadeiras e os Meus pobres filhos irão experimentar a cruz da escravidão. Estais atentos. Não fiqueis de braços cruzados. Amai a verdade e não permitais que as coisas do mundo vos afastem de Deus. Acolhei e testemunhai o Evangelho do Meu Jesus. Rezai. A força da oração vos ajudará a permanecer firmes na fé. Avante.’ (Mensagem nº 2.971 – 15/03/2008)

JESUS e NOSSA SENHORA alertam sobre o FALSO PROFETA e o Plano do mal dentro do Vaticano para destruir a Igreja Católica (leia o artigo clicando AQUI)
Mãe da Salvação para Maria da Divina Misericordia, em 28-06-2014: A Verdadeira Igreja chegará a ser a Remanescente (leia o artigo clicando AQUI)

 

Fonte: http://www.mulhervestidadesol.com.br/Pagina/1615/EXPLOSIVO-O-proprio-Direito-Canonico-declara-o-Papa-Francisco-antipapa-informa-o-prestigioso-site-catolico-FromRome

Publicações Relacionadas

Leave a Comment

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.