Papa Francisco: Iguala Jesus Cristo e Maomé

Por Pedro Erik – Doutor em Relações Internacionais.

 

Em uma entrevista totalmente reveladora, Papa Francisco demonstrou toda a sua opinião sobre Islã, terrorismo, religiões e Europa.  A entrevista não é recente, mas é importante para deixar claro o que pensa o Papa sobre o Islã. Foi lembrada hoje por conta de sua viagem aos Emirados Árabes.
Esqueçam o que vocês aprenderam sobre a vida de Maomé, sobre as suras do Alcorão que pregam a guerra, sobre a destruição das comunidades cristãs no Oriente Médio antes e depois do Estado Islâmico, sobre a Irmandade Muçulmana, sobre o terrorismo islâmico diário na Europa que até já decapitou padre dentro de igreja, sobre que os países islâmicos estão nos primeiros lugares da perseguição religiosa no mundo, sobre o avanço no números de mesquitas na Europa em detrimento das igrejas católicas, sobre a opinião dos diversos santos sobre o Islã (São Tomás de Aquino e São Francisco de Assis, por exemplo) e esqueçam também tudo que você sabe que é certo, como Jesus Cristo ou democracia.
Esqueçam tudo isso. O Papa esclareceu que as religiões são iguais e o Islã é da Paz.
O jornal The Guardian revelou a entrevista do Papa que resume completamente a estupidez estudantil do Papa em matéria de Islã. Não há outras palavras para definir as palavras dele é simplesmente estupide estudantil. Nem o jornal The Guardian, um jornal da extrema esquerda inglesa, conseguiu sustentar e pôs como título da reportagem: “Islã e Cristianismo Têm a Mesma Ideia de Conquista, diz o Papa”.

 

Vou fazer aqui um resumo das resposta do Papa dadas ao jornal La Croix:

 

1) Perguntado sobre se a Europa deve ou não se preocupar com a imigração em massa da Áfria e do Oriente Médio, o Papa diz que é justo se preocupar mas o mais importante é se preocupar com o livre mercado desenfreado, com o desemprego, com o tráfico de armas e com os baixos investimentos na África e com a desigualdade de renda;
2) O Papa descartou qualquer relacionamento entre Islã e terrorismo, para ele, o problema é que os muçulmanos vivem em guetos na Europa. Os muçulmanos são vítimas de discriminação dos europeus. Para ele, a Europa deve se integrar com os muçulmanos
3) Ele disse que atualmente a Europa deve aceitar ainda mais os muçulmanos do que no passado por conta da baixa natalidade do continente.
4) Ele não gosta de ouvir falar em “raízes cristãs da Europa”, para ele isso é coisa de colonizador imperialista.
5) Perguntado se o medo do Islã que os europeus têm não e justificado. Ele disse que não, o medo é justificado apenas por conta do Estado Islâmico. Para ele, o Islã tem ideal de conquista, mas o cristianismo também afinal no evangelho de São Mateus, Cristo mandou converter os povos de todas as nações.
6) Ele disse que os europeus devem ver se não estão colonizando os povos muçulmanos ao levar o modelo de democracia ocidental.  Ele disse que “antes tínhamos apenas um Gadafi agora temos 50”.
7) Finaliza que a Europa deve aceitar os muçulmanos usando véus, etc.

 

Qual a diferença que o Papa acha que existe entre Maomé e Jesus Cristo?
Acho que nenhuma.

 

As resposta dele são tão rasas e fora da realidade que fica difícil começar a comentar.
Abaixo, Francisco assinou um documento de fraternidade com o Imã (Lider muçulmano) Ahmad el-Tayeb. No documento, assinado pelo Papa se lê que “Deus deseja diversidade religiosa”.

 

n/d

 

O grande Imã é conhecido como Ima moderado mas ja declarou que o muçulmano que abandona o Islã merece a pena de morte.

 

Visto em:  https://thyselfolord.blogspot.com via https://www.rainhamaria.com.br

 

Nota do site: https://www.rainhamaria.com.br

 

O influente líder muçulmano, Sheikh Ahmed al-Tayeb, a quem o (anti) Papa Francisco, abraçou e beijou, declarou num programa de Televisão: “O Apóstata [cristão convertido] deve renunciar à sua apostasia ou ser morto”. (acho que Francisco correu um sério risco estando ao lado dele, mas como Francisco, de fato não é verdadeiramente cristão, então…)

 

n/d
Disse o Arcebispo Dom Marcel Lefebvre: “Não há salvação por meio do Islão. Não há Igreja budista no Céu, nem Igreja protestante. São coisas que podem parecer duras de ouvir, mas esta é a verdade”.
Declarou o Arcebispo Germano Bernardini, de Izmir, na Turquia: “Nunca devemos ceder uma igreja aos muçulmanos para o seu culto, isso é uma prova de nossa apostasia”.

 

Pois…

 

Cristãos e muçulmanos não têm o mesmo conhecimento de Deus, porque eles não estão ligados à mesma Revelação, não ouvem a mesma Palavra. Contentar-se em afirmar que Deus existe e que Ele é único, é no que se resume o conhecimento muçulmano de Deus (Alá). O “Deus” do Alcorão é um ser solitário, enquanto o Deus do cristianismo é um ser de relação: o Pai, o Filho e o Espírito Santo. Três Pessoas tão ligadas entre Si, que são, conjuntamente e cada uma, o único e mesmo Ser Divino.  De fato, o islamismo nega não somente a Trindade, mas também a Divindade de Jesus, sua morte e sua ressurreição e, portanto, a Redenção.

 

Diz na Sagrada Escritura:

 

“Todo aquele que caminha sem rumo e não permanece na doutrina de Cristo, não tem Deus. Quem permanece na doutrina, este possui o Pai e o Filho. Se alguém vier a vós sem trazer esta doutrina, não o recebais em vossa casa, nem o saudeis. Porque quem o saúda toma parte em suas obras más”. (2 João 9-11)

 

n/d

 

No Vaticano, Francisco abriu suas igrejas para muçulmanos celebrarem o Ramadan, convidaram “imans”, líderes muçulmanos, para rezar nos jardins do Vaticano, beijando o Alcorão.

 

n/d

 

Lembrando… que Francisco retirou os sapatos para visitar mesquitas, colocando Maomé ao mesmo nível de Nosso Senhor Jesus Cristo, nesses sacrílegos encontros ecumênicos.

 

n/d

 

Quando os Santos, Doutores e Papas da Igreja, pudessem imaginar um “papa” orando dentro de uma Mesquita à Alá. Queiram responder os “católicos” que estão presenciando estes erros gravíssimos e mesmo assim aplaudem está apostasia escancarada a olhos vistos.
Disse Nossa Senhora do Bom Sucesso, ao tratar da propagação das heresias no Fim dos Tempos: “Tempos funestos sobrevirão, nos quais aqueles que deveriam defender em justiça os direitos da Igreja, sem temor servil nem respeito humano, darão as mãos aos inimigos da Igreja para fazer o que estes quiserem” (II, 98).

 

n/d

 

“Se, esquecendo-te do Senhor, teu Deus, seguires outros deuses, rendendo-lhes culto e prostrando-te diante deles, desde hoje vos declaro que perecereis com toda a certeza”. (Deuteronômio 8, 19)

 

n/d

 

“Mas Jesus, voltando-se para ele, disse-lhe: Afasta-te, Satanás! Tu és para mim um escândalo; teus pensamentos não são de Deus, mas dos homens!” (São Mateus 16, 23)

 

n/d

 

“Disse-lhe Tomé: Senhor, não sabemos para onde vais. Como podemos conhecer o caminho?
Jesus lhe respondeu: Eu sou o caminho, a verdade e a vida; ninguém vem ao Pai senão por mim. Se me conhecêsseis, também certamente conheceríeis meu Pai; desde agora já o conheceis, pois o tendes visto”. (São João 14, 5-7)
Disse o Padre Emanuel, ainda no sec. XIX: Sobre o aparecimento do Anticristo…(que usará um falso profeta para dominar também pela religião)
“Apresentar-se-á como cheio de respeito pela liberdade das religiões, uma das máximas e uma das mentiras da besta revolucionária. Dirá aos budistas que é um Buda; aos muçulmanos, que Maomé é um grande profeta…

 

n/d

 

Talvez até irá dizer, em sua hipocrisia, como Herodes seu precursor, que quer adorar Jesus Cristo. Mas isso não passará de uma zombaria amarga. Malditos os cristãos que suportam sem indignação que seu adorável Salvador seja posto lado a lado com outras seitas e mestres”.

 

Diz na Sagrada Escritura: (a vós eclesiásticos desviados do Caminho do SENHOR)

 

“Vede: proponho-vos hoje bênção ou maldição. Bênção, se obedecerdes aos mandamentos do Senhor, vosso Deus, que hoje vos prescrevo. Maldição, se não obedecerdes aos mandamentos do Senhor, vosso Deus, e vos apartardes do caminho que hoje vos mostro, para seguintes deuses estranhos que não conheceis” (Deuteronômio 11, 26-28).

 

 

Fonte: https://www.rainhamaria.com.br/Pagina/23338/Papa-Francisco-Iguala-Jesus-Cristo-e-Maome

Publicações Relacionadas

Leave a Comment

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.